Frase: "O mundo espiritual é formado de antimatéria".

É uma aberração porque está completamente fora de qualquer justificativa tanto científica quanto doutrinária.

A antimatéria nada mais é que uma forma de matéria que é especular em relação à matéria ordinária, isto é, como se fosse vista através de um espelho eletromagnético. O átomo, em princípio é formado de prótons e neutrons em seu núcleo e elétrons ao seu redor, no modelo clássico. O antiátomo é formado por por antiprótons no núcleo e pósitrons ao seu redor. A diferença entre próton e um antipróton é que este último tem carga negativa, enquanto àquele tem carga positiva. A diferença entre um elétron, que é negativo, e um pósitron é que este tem carga elétrica positiva. Então um antiátomo de hidrogênio, por exemplo, seria tão somente o nosso átomo com os sinais invertidos. Naturalmente se um átomo e um antiátomo se tocarem haverá a aniquilação de ambos, com consequente liberação de energia (e muita energia).

Como sabemos, pelo Codificador, que o mundo espiritual contém o nosso e os Espíritos estão constantemente em contato conosco, imaginemos uma psicofonia: o simples contato do Espírito comunicante com o médium seria suficiente para a destruição do mundo todos e mais uma boa parte do sistema solar.

Portanto é uma aberração, nem hipótese seria, e olha que já escutei tal frase em reuniões doutrinárias pelo Brasil a fora.

Comentários

thatyane furtado disse…
Então do que é feito o mundo espiritual? Que elementos se comportam daquela forma? de que elemento é o espírito? Pois tudo é feito de elementos.
Andre Cavalcante disse…
Obrigado, thatyane furtado pela sua mensagem.

É o seguinte, o mundo espiritual, quando considerado apenas onde estão os Espíritos (em maiúsculo) durante a erraticidade é formado simplesmente de matéria, matéria comum variação do fluido cósmico universal, mas de uma densidade diferente, ou como alguns querem em uma frequência diferente. De fato, os Espíritos atuam lá com os seus perispíritos, logo, o seu mundo deve ser da mesma matéria do seu perispírito.

Ou seja, como tal será detectado algum dia, com os devidos avanços da ciência espírita, que ainda está engatinhando no entendimento do mundo espiritual.

Se se considera o mundo espiritual como o mundo normal, primitivo, de onde vem e para onde vai o princípio inteligente, isto é, o espírito (em minúsculo), então este mundo é todo diferente do que entendemos como matéria. É o mundo da inteligência, do amor, dos sentimento, do intelecto. Neste caso, não tem forma, nem espaço, nem tempo. É abstrato. Ou seja, somente o podemos concebê-lo pelo pensamento, e olha que depois de muito esforço.

Abraços

Postagens mais visitadas deste blog

Pode haver espíritas comunistas?

Libertarianismo e Espiritismo