Seres Extraterrestres e Ultraterrestres

Este último mês, acabei me envolvendo com a leitura do livro "Os Escolhidos da Ufologia na Interpretação Espírita", de Pedro de Campos.

Achei um excelente livro, que deveria fazer parte da estante de qualquer estudante sério da Ciência Espírita. Mais do que utilizar fatos ufológicos para comprovar a pluralidade dos mundos, o livro trás a visão espírita sobre alguns destes fatos, que beiram o maravilhoso.

É claro que se trata de obra humana e, como tal, deve ser melhorada com o tempo. Assim como Newton melhorou a obra de Galileu e Einstein a de Newton, sempre haverá quem veja pontos de melhoria aqui e ali, mas nada que diminua a importância da obra.

Entretanto, como sempre, o livro despertou em mim mais dúvidas que trouxe de respostas (o que é bom para uma obra de ciência, não acham?!). Para expor a minha dúvida, que procurarei resolver mais a frente, tenho primeiro que explicar algumas coisas.

Pedro de Campos traz uma nomenclatura interessante: ele dá aos seres encarnados em corpos materiais para nós palpáveis o nome de Extraterrestres e, para os seres encarnados em corpos sutis, que não podemos perceber diretamente com nossos sentidos materiais, de Ultraterrestres. Vai além e mostra a origem dos termos remontando à época da Codificação, através das mãos de Camille Flammarion.

Fica claro que ao entrarmos em contato com Extraterrestres, então temos um contato material, de fato. Mas o autor mostra que também podemos entrar em contato com os Ultraterrestres, de maneira similar ao contato com os Espíritos desencarnados: em reunião mediúnicas. Há uma diferença técnica de como o processo de comunicação em si funciona, mas não vai nos interessar explicitar aqui.

O autor Pedro de Campos descreve uma reunião onde há a presença de seres Ultraterrestres, os quais dão comunicação através de um sensitivo (médium) e travam conversação com os presentes, indicando inclusive que fez uma demonstração proposital de sua nave (vista, fotografada e filmada dias antes), indicando que o fenômeno ufológico neste caso se confundiu com um mediúnico (materialização (?) ao que aparenta).

Até aí tudo bem. Para o bom estudante espírita, os fenômenos descritos e como são processados nada tem de extraordinários. Entretanto, a dúvida que fica é: se os seres sutis estão em uma outra dimensão e adentram uma Casa Espírita na qual conseguem se comunicar através de um médium (seja telepaticamente ou por outro mecanismo), eles serão capazes de enxergar o Mundo Espiritual ao nosso redor, da maneira ao qual realmente se apresenta?

Se eles assim puderem, indica que a "dimensão" ao qual pertencem seria a mesma da qual pertencem os Espíritos desencarnados na Terra. Neste sentido, qual seria então a diferença entre encarnar em um mundo com corpos sutis ou ficar como Espírito em Nosso Lar, por exemplo?

A princípio pode ser uma dúvida simples, mas tem repercussões interessantes: se os Ultraterrestres estão na mesma "dimensão" de Nosso Lar, por exemplo, então, para eles, o Mundo Material seria Nosso Lar (e provavelmente outras "colônias" espirituais). Deste ponto de vista, eles seriam para os habitantes de Nosso Lar, como Extraterrestres quando aqui chegassem. A sua comunicação conosco então se basearia nos mesmos princípios em que ocorrem as comunicações com os chamados Espíritos. Indo mais além no pensamento, os corpos sutis dos Espíritos desencarnados seriam para eles tais como os seus próprios corpos materiais (se não forma, quanto à essência, ou seja seus átomos seriam formados pelo mesmo princípio). Neste contexto, e nós, encarnados, o que seríamos?

É uma dúvida boa e que estou ansioso por responder. Aguardem próximas postagens!...

Comentários

Não acho tão complicada essa questão de seres de outros mundos visitarem o nosso, conviver entre nós e se comunicarem nas reuniões mediúnicas. A interrelação de seres de todos os mundos é algo bastante coerente. Por que ficaríamos isolados se podemos aprender, trocar experiências, afetividade, conhecimento? Não somos todos uma grande família? Abrir o coração para as diferenças continua sendo a senha para a compreensão do ser, desse mundo ou de qualquer outro.

Beijos,
Deborah

Postagens mais visitadas deste blog

Pode haver espíritas comunistas?

Libertarianismo e Espiritismo

Frase: "O mundo espiritual é formado de antimatéria".